fbpx

Jurado

José Luis Juri

Nascido em Buenos Aires (Argentina), iniciou seus estudos musicais aos quatro anos de idade com Irene Saralegui, continuando depois no Conservatório Municipal “Manuel de Falla“.

Nesta instituição, teve a oportunidade de estudar com os grandes músicos clássicos argentinos, como Perla Brúgola, Juan Francisco Giacobé, Angel Lasala, Carlos Guastavino e outros.

Estudou depois na Itália e na Suíça, na Accademia Chiggiana di Siena, por dois anos, com Paul Badura-Skoda e Rudolf Buchbinder.

Finalmente, ele cursou seu aperfeiçoamento na Suíça com Edith Fischer, por quatro anos.

Atualmente, ele desenvolve uma ampla atividade em concertos, pedagogia e gestão cultural.

Ofereceu recitais e atuações com orquestras na Itália, França, Espanha, Suíça, Bélgica, Tunísia, Egito, Cuba, México, Brasil, Peru, Uruguai e Argentina, sendo destaque a sua atuação no Festival de Blonay e Radio Suisse Romande (Suíça), Ridotto do Teatro alla Scala di Milano, Festivo di Chiavari, Festival pianístico di Savona, Teatro Nuovo di Torino, Amici della Musica di Arezzo (Itália), Festival Cervantes de Alcalá de Henares (Espanha), Ópera em La Havana (Cuba), Teatro de Belas Artes e Festival Cervantino (México), Ópera do Cairo (Egito), Ópera de Alexandria (Egito), Festival de Carthage (Tunísia), Palácio das Artes de Belo Horizonte e Memorial da América Latina de São Paulo (Brasil) ), Teatro Solís de Montevidéu (Uruguai) e em seu país, nas mais importantes salas, instituições e orquestras locais: Teatro Colón de Buenos Aires, Kirschner Centro Cultural, Teatro Argentino de La Plata, Semana Musical Llao-Llao, Mozarteum Argentino, atuando como solista com as mais prestigiadas orquestras: Orquestra do Teatro Colón, Camerata Bariloche, Orquestras de Salta, Mendoza, Corrientes, Neuquén, Bahía Blanca, Tucumán, Paraná, La Plata, entre outros.

Recebeu do Estado italiano, a decoração do Cavaliere della Repubblica.

É membro da UNESCO.

É professor de piano superior no Conservatório da Cidade de Buenos Aires e música de câmara na UNA (Universidade Nacional das Artes).

No seu trabalho como organizador de concertos, pode-se destacar a direção artística do festival “El camino del Santo“, em San Isidro, por dez anos, e a criação do ciclo “Clásica Joven” no Centro Cultural Kirchner, ciclo premiado pela Associação dos Críticos Musicais Argentinos.

Ele é o diretor artístico do EPI, Encuentros de Piano Internacionales, um festival que acontece no Camping Musical Bariloche há nove anos.